BASQUETEBOL – CAD Coimbra/Chelo assegura importante vitória diante do Vagos

0
2

Em jogo a contar para a 16.ª jornada da Liga Feminina de
Basquetebol, a formação do CAD Coimbra/Chelo recebeu e venceu o Vagos, um
histórico da modalidade.


Um primeiro quarto liderado desde início pela equipa da
casa, onde Mafalda Pompeu era uma verdadeira seta apontada ao cesto adversário,
permitia uma vantagem de 5 pontos a 4 minutos do final. As constantes
alternâncias de defesa hxh para defesa zona deixavam a equipa visitante
desconfortável, e só uma distração defensiva no último ataque permitiu que o
marcador registasse somente 3 pontos de diferença (17-14) no final dos
primeiros 10 minutos.

No segundo quarto, a constante pressão defensiva sobre as
duas jogadoras mais influentes do Vagos, Tainá Paixão e Susana Carvalheira,
retiravam poder de fogo às Vaguenses. Por sua vez, as Cadistas, brilhantemente
conduzidas pela sua base Oyanaisy Gelis, dilataram a vantagem para 7 pontos ao
intervalo.

No reatar da partida, as anfitriãs perderam agressividade
na defesa, aproveitando o Vagos para encurtar a distância no marcador. A maior
liberdade defensiva dada a Susana Carvalheira e alguma passividade na defesa à
jovem base Rita Oliveira transformaram por completo o jogo. A defesa zona 2/3,
com que o Vagos se apresentou após o intervalo, trouxe dificuldades adicionais
à equipa da casa, muito por culpa de uma ineficaz rotação da bola e de más
decisões na hora de lançar ao cesto, que foram aproveitadas pelo adversário
para empatar o jogo a 42 pontos no fim do terceiro quarto.

Nos primeiros minutos do último quarto, as alternâncias
no marcador foram constantes, até ao momento em que a jovem Rita Oliveira, com
um triplo, coloca as Vaguenses a 5 pontos de diferença (48-53). Valeu às da
casa um triplo de Aya Traore no ataque seguinte, que colocou novamente a sua
equipa na disputa do jogo. 

A partir desse momento, as de laranja ganharam outro
ânimo, aumentaram a agressividade defensiva na portadora da bola e, assim,
conseguiram anular os lançamentos sem oposição. A dois minutos do final, e com
o resultado em 53-55, Aya Traore sobreu uma falta antidesportiva e converteu os
dois lances livres correspondentes, empatando a partida. Após a reposição de
bola adicional, Oyanaisy Gelis marcou um lançamento de dois pontos e Rita
Oliveira, no ataque seguinte, falha um triplo, que daria vantagem à sua equipa.
Um desconto de tempo, pedido a 9 segundos do final, permitiu serenar as
jogadoras da casa e preparar o último ataque. Na reposição de bola, Oyanaisy Gelis
sofre falta e converte os dois lances livres, fixando o resultado final em
59-54.

Vitória muito importante do CAD Coimbra/Chelo na luta
pela manutenção na Liga Feminina de Basquetebol, num jogo que só ficou decidido
nos instantes finais.