BASQUETEBOL – CAD Coimbra/Chelo vence Ovarense em jogo decisivo para a manutenção na Liga Feminina

0
0


A formação do CAD Coimbra/Chelo recebeu a Ovarense em jogo
a contar para a 17.ª jornada da Liga Feminina de Basquetebol. Só a vitória
interessava à formação da casa, caso contrário a descida à I Divisão estava
praticamente sentenciada.

Devido à importância da partida, assistiu-se a um primeiro
quarto mal jogado, com constantes perdas de bola e falhas de lançamentos fáceis
por parte de ambas as equipas. Se nos primeiros minutos do quarto se notou
algum ascendente no marcador por parte da Ovarense, nos últimos 3 minutos, as
Cadistas passam para a frente a fecham o parcial em 13-11.

No segundo quarto, assistiu-se ao inverso. As da casa
começam melhor, mas as constantes distrações na defesa da “atiradora” Erika
Williams, permitiram às Vareiras assumirem a liderança do marcador. Com dois
minutos para o descanso e a perder por 6 pontos, as visitadas aproveitam bem o
“time out” e vão para o intervalo a perder por apenas 4 pontos.

No reatamento da partida, a Ovarense volta a ter ascendente
no jogo. As gémeas Ana e Gabriela Raimundo, bem acompanhadas ofensivamente por
Sofia Pinheiro, colocam o marcador a 9 pontos de vantagem. Uma vez mais, só um
desconto de tempo devolveu a tranquilidade necessária à formação de laranja,
que melhorou a sua eficácia ofensiva, graças às prestações de Maria João
Andrade e Aya Traore. Com o jogo novamente a 4 pontos (45-49), tudo ficava em
aberto para o quarto final.


O derradeiro quarto mostrou um CAD Coimbra/Chelo com uma
maior intensidade defensiva, anulando por completo a prestação da extremo
norte-americana Erika Williams e conseguindo parar a irreverência ofensiva das
gémeas Raimundo. No ataque, Oyanaisy Gelis, que se mostrou muito discreta nos
primeiros três quartos, pega na batuta do jogo e transmite à sua equipa a força
necessária para ganhar o jogo. Com brilhantes lançamentos e assistências da sua
base cubana, o CAD vai recuperando no marcador e passa para a frente com um
enorme triplo de Maria João Andrade. Estava, assim, dado o mote para um final
de quarto em crescendo. 

Com o jogo a fugir, a Ovarense pede um desconto de
tempo, mas de nada lhe serviu. As meninas de laranja estavam decididas a vencer
a partida e novo triplo de Maria João Andrade deixa a sua equipa com 4 pontos à
maior. No último minuto, assistiu-se a um sem número de faltas por parte das
Vareiras, que levaram Oyanaisy Gelis e Aya Traore para a linha de lance livre.
Estas não desperdiçaram a oportunidade de dilatar o marcador e garantir uma
decisiva vitória para a sua equipa (69-61).

Pela primeira vez no campeonato, a formação de laranja sai
da zona de despromoção e depende apenas de si para conseguir o grande objetivo
de continuar junto da elite do basquetebol nacional.

Destaque individual para Oyanaisy Gelis, MVP da partida, que
averbou 19 pontos, 12 ressaltos, 5 assistências e 4 roubos de bolas.