GASTRONOMIA – Penacova apresentou o Festival da Lampreia

0
2

Decorreu esta tarde, junto à Praia
Fluvial do Reconquinho, a apresentação oficial do Festival da Lampreia de
Penacova 2019, que decorrerá nos próximos dias 22, 23 e 24 de fevereiro.

Durante os três dias do Festival, os apreciadores de
Lampreia, poderão degustar o Arroz de Lampreia à Moda de Penacova, prato
tradicional da gastronomia penacovense, a um preço mais baixo do que o
praticado durante a Época e, igualmente, deliciar-se com a doçaria conventual,
pastéis de Lorvão ou nevadas de Penacova, oferecidas pelo Município de Penacova
durante o Festival, como sobremesa aos comensais de lampreia.

Restaurantes
Aderentes

Boa Viagem (Porto da Raiva), Côta
d’Azenha (Azenha do Rio), Hotel Rural Quinta da Conchada (Travanca do Mondego),
Leitão do Aires (Espinheira), Mondego (Porto da Raiva), O Cantinho (Penacova),
O Casimiro (Silveirinho), O Cortiço (Cavadinha), O Relvão (S. Pedro de Alva),
Panorâmico (Penacova), Piscinas Restaurante Bar (Penacova) e Portas da Serra
(Espinheira) são os doze restaurantes que este ano aderem ao Festival e que,
desde que a Época abriu, dão especial destaque À Lampreia nas suas ementas.
Este ano o Festival volta a contar com um parceiro estratégico, a Quinta da Mata
Fidalga, marca oficial que estará à mesa dos Restaurantes aderentes.

Durante o festival, os restaurantes acordam
entre si os preços, com a dose de arroz do ciclóstomo a 20 euros, enquanto uma
lampreia inteira custa 60 euros
.


Humberto Oliveira admitiu que nem todas as
lampreias consumidas localmente na época são capturadas no Mondego ou seus
afluentes próximos, havendo necessidade de comprar parte delas no exterior, uma vez que “a lampreia também sobe cada vez mais tarde“, acrescentou o presidente da Câmara.


A autarquia investe cerca de 30 mil euros nesta edição do
festival, designadamente na sua promoção e nas sobremesas oferecidas entre
sexta-feira e sábado. 
O município deve ser “cada vez mais um território da gastronomia e do bem receber“, defendeu o autarca socialista.

No Festival da Lampreia de 2018, os restaurantes locais
serviram cerca de 4.000 refeições à base do prato tradicional, segundo Humberto
Oliveira, que destacou a “importância
económica do evento
” para o concelho.

Passaporte para percorrer e conhecer o Roteiro
do Arista

Humberto
Oliveira apresentou ainda, em parceria com os restaurantes aderentes, um plano
estruturado para receber os turistas, alargando o convite aos apreciadores de
lampreia para além deste fim-de-semana, oferecendo-lhes, durante o Festival, um
passaporte para percorrerem o “Roteiro do Arista”,
deixando o repto para que “no próximo
fim-de-semana aproveitem para vir ao Festival da Lampreia de Penacova e
deliciem-se não só à mesa, pela qualidade dos nossos restaurantes e pela forma
como preparam o famoso Arroz de Lampreia à Moda de Penacova, mas também para se
perderem nos encantos paisagísticos com que a natureza brindou estas terras.
Aproveite e perca-se por entre os 8 locais que fazem parte do Roteiro do
Arista, moinhos, praias fluviais, miradouros, fornos da Cal e um Mosteiro
secular
”.

No último dia do Festival da Lampreia, domingo, realiza-se em Penacova o primeiro Encontro de Gaiteiros, o que contribuirá para alguma animação musical junto aos restaurantes, em especial à hora do almoço.