EMPRENDEDORISMO – Coimbra e Leiria lideram lista das Empresas Gazela

1
2

Coimbra e Leiria são os concelhos com maior número de
Empresas Gazela da região Centro. Os dados foram ontem revelados pela Comissão
de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e apontam para que
os dois municípios contem, cada um deles, com oito empresas.


Na lista enviada por esta entidade, são referidos apenas
cinco dos oito nomes que deram autorização para a sua divulgação. São firmas na
área da fabricação de tapetes e carpetes; atividades de programação
informática; restaurante tipo tradicional; reparação e manutenção de máquinas e
equipamentos; atividades de consultoria para os negócios e a gestão e
atividades de processamentos de dados, domiciliação de informação e atividades
relacionadas.

Em termos sub-regionais, a CCDRC refere que a Comunidade
Intermunicipal Região de Coimbra ocupa o segundo lugar com 18 empresas. Tábua
e Cantanhede (duas premiadas), Oliveira do Hospital, Condeixa-a-Nova, Mortágua,
Penacova e Mealhada (uma empresa, cada) são os concelhos distinguidos. Transportes
rodoviários de mercadorias, fabricação de colchoaria, instalação de
climatização, fabricação de resinosos e seus derivados, abate de gado,
fabricação de azulejos, comércio a retalho de carne e produtos à base de carne,
instalações elétricas e atividades de mecânica geral são as áreas de atividade
económica das empresas premiadas nesta comunidade.

Para a presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa, “são exemplos
destes que procuramos e queremos multiplicar, numa região em que parte da sua
riqueza reside na diversidade
”. De acordo com a responsável, “a diversidade é
notória quer em termos de atividades económicas, das mais tradicionais às mais
inovadoras, quer na dimensão das suas empresas
”. “A resiliência e a capacidade
empreendedora dos nossos empresários merecem a nossa distinção
”, frisou.

Dados
regionais

Em comparação com a edição de 2017, o número de Empresas
Gazela aumentou 16 por cento (passando de 82 para 95 empresas). Cerca de metade
delas apresentavam valores de exportação – cerca de 83 milhões de euros, em
2017 –, o que representava, em termos médios, 26 por cento do seu volume de
negócios.

A CCDRC informou ainda que, no final de 2018, 61 por cento
das empresas gazela que se candidataram aos Sistemas de Incentivos do Portugal
2020 estão a ser apoiadas, num total de 32 projetos (27 dos quais no Centro
2020) que representam 17 milhões de euros de investimento e oito milhões de
euros de incentivo.

Em termos de distribuição geográfica, as distinções estão
distribuídas por 41 concelhos. Aveiro (7), Torres Vedras e Viseu (com 5, cada)
e Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Caldas da Rainha, Estarreja, Ílhavo e
Mangualde (3, cada) são os principais municípios.

Outro dos dados da CCDRC revelam que um quarto das empresas
premiadas desenvolve as suas atividades nas indústrias transformadoras e, em
conjunto com as atividades da construção (19 por cento) e do comércio (17 por
cento), representam 61 por cento das empresas gazela da região.

A entrega dos troféus tem lugar na próxima terça-feira, 30
de abril, em Leiria, e contará com a presença do ministro Adjunto e da
Economia, Pedro Siza Vieira.
António
Alves
– Diário As Beiras