PARLAMENTO – Pedro Coimbra felicita Governo pela publicação da portaria para obras do IP3

0
4

O deputado do PS Pedro Coimbra congratulou-se por a
Portaria de Extensão de Encargos da obra no troço da IP3 entre Penacova e Foz
do Dão ter sido hoje publicada em Diário da República, estando para breve o
melhoramento desta estrada, e salientou o empenho do atual Governo em atualizar
e melhorar as condições de todo o IP3, “
uma
das mais movimentadas estradas do país
”, que liga Coimbra a Viseu.


Durante o debate, no Parlamento, em que se discutiram
petições pela requalificação do IP3, o socialista cumprimentou os peticionários
pelo seu “ato de cidadania” e
recordou que, quanto ao troço entre Penacova e a Foz do Dão, o Governo lançou o
concurso para a realização da obra em julho de 2018. “O contrato já foi assinado em janeiro deste ano e enviado em fevereiro para
o Tribunal de Contas
”, tendo a Portaria de Extensão de Encargos sido hoje
mesmo publicada em Diário da República. “Excelentes
notícias
”, felicitou.

Relativamente aos troços Coimbra/Penacova e Foz do
Dão/Viseu, ou seja, os troços requalificados em perfil de autoestrada sem
portagens, Pedro Coimbra frisou que “o
projeto de execução foi contratado em março de 2019 e enviado ao Tribunal de
Contas, encontrando-se em análise
”.

São evoluções
concretas, objetivas e essenciais para fazer a obra
”, apontou perante todas
as bancadas, garantindo que, desta vez, tem “esperança e a convicção que a obra será uma realidade, dotando esta
importante rodovia de condições de dignidade e segurança para pessoas e bens
”.
O deputado eleito pelo círculo eleitoral de Coimbra sublinhou que o IP3 “encontra-se em profundo estado de
degradação e sem condições mínimas de dignidade e segurança, sendo esta uma
responsabilidade de todos os Governos do passado recente, sem nenhuma exceção
”.

A denominação de ‘Estrada
da Morte
’ é uma prova da “sinistralidade
grave ali ocorrida com demasiada frequência
”, lamentou.

134
milhões suportados pelo OE

Por isso, “pavimento,
nós de acesso, taludes, águas pluviais, separadores centrais, sinalética, entre
outros, são exemplos de intervenções absolutamente necessárias e urgentes
”,
alertou o parlamentar.

Pedro Coimbra lembrou que o Governo do PS apresentou, em
2018, “uma solução digna e adequada que
mereceu um amplo apoio entre utentes, associações empresariais, autarcas e
partidos políticos
”, que é absolutamente necessário já que um investimento
desta dimensão atravessará, seguramente, várias legislaturas.

O socialista explicou ainda que esta solução “implica a passagem a autoestrada sem
portagens do troço entre Coimbra e Penacova e do troço entre a Foz do Dão e
Viseu. No troço entre Penacova e a Foz do Dão será efetuada uma profunda
reabilitação
”.

Trata-se
de um investimento de 134 milhões de euros totalmente suportado pelo Orçamento
do Estado
.

Pedro Coimbra referiu também que “o que foi feito pelo atual Governo não se tratou de uma placa ou de um
‘PowerPoint’, tal como foi feito no passado. Desta vez fizeram-se estudos,
projetos, inscreveram-se rubricas no Orçamento, lançaram-se concursos
”, o
essencial para haver obra.