CCDRC – Comissão Europeia classificou a Região Centro como “fortemente inovadora”

0
1

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional
(CCDR) do Centro elogiou ontem a aposta que o Centro tem demonstrado na
investigação e na inovação, trajeto que culminou com a classificação como
região fortemente inovadora pela Comissão Europeia.


Regional Innovation Scoreboard, diz a CCDRC, compara o
desempenho dos sistemas de inovação em 238 regiões europeias de 23
estados-membros da União Europeia, bem como da Noruega, da Sérvia e da Suíça,
classificando-as em quatro grupos: líderes da inovação regional
(“innovation leader”), fortes inovadores regionais (“strong
innovation”), inovadores moderados (“moderate innovator”) e
inovadores modestos (“modest innovator”).

A presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa, citada no
comunicado, diz que “este é o
resultado da elevada dinâmica do sistema científico e tecnológico regional em
parceria com as empresas da região
“.

Os apoios do
Centro 2020/Portugal 2020 nos p
rojetos de Investigação e Desenvolvimento e no
investimento inovador têm sido fundamentais para este resultado. Estes dados
mostram que a região Centro está no bom caminho, mas que é preciso continuar a
apostar na investigação e na inovação
“, sublinha a responsável.

A região Centro foi classificada como forte inovadora
regional, classificação melhor do que a do País (que se manteve como inovador
moderado). Das 73 regiões europeias fortemente inovadoras, o Centro encontra-se
na 68.ª posição. No ‘ranking’ das 238 regiões europeias, o Centro ocupa a 105.ª
posição, correspondendo o seu desempenho a 91,6% da média da União Europeia.

Este estudo, explica ainda a CCDRC, avalia o desempenho
dos sistemas de inovação através de um indicador compósito que integra 17
indicadores agrupados em quatro categorias principais: condições-quadro (mede
os principais impulsionadores do desempenho da inovação externos às empresas),
investimentos (capta o investimento público e privado na investigação e na
inovação), atividades de inovação (capta os esforços de inovação das empresas)
e impactos (mede os efeitos das atividades de inovação das empresas).