MOSTEIRO DE LORVÃO – Aprovados projetos para instalar cuidados continuados das instalações do antigo hospital

2
2

Na sessão plenária, foram aprovados os projetos
apresentados pelo PCP, BE e Verdes, depois de na terça-feira ter sido debatida
uma petição com o mesmo objetivo que o Movimento + Saúde para o Hospital de Lorvão entregou há um ano no parlamento.

O documento do PCP foi aprovado hoje com os votos a favor
dos comunistas, BE, Verdes, PAN e quatro deputados do PS eleitos pelo distrito
de Coimbra, tendo optado pela abstenção os restantes parlamentares: PS, PSD,
CDS-PP e deputado não inscrito Paulo Trigo Pereira
.

As votações foram iguais para projetos idênticos
apresentados pelo Bloco de Esquerda e pelo Partido Ecologista Os Verdes (PEV).

O PCP defende que sejam iniciados os procedimentos, ainda
em 2019, para a “criação de uma
unidade de cuidados continuados integrados e de reabilitação nas instalações do
antigo Hospital Psiquiátrico de Lorvão e a sua integração na Rede Nacional de
Cuidados Continuados Integrados
“.

No seu projeto de resolução, o BE salienta que, “embora o Centro Hospitalar e Universitário
de Coimbra (CHUC) seja uma das maiores unidades do país, não está dotado da
valência de cuidados continuados e regularmente encontra dificuldades em
libertar camas para situações que requerem mais atenção
“.

O projeto do PEV recomenda também ao Governo que “inicie, a curto prazo, os procedimentos
para a implementação de uma unidade de cuidados continuados integrados e de
reabilitação nas instalações do antigo Hospital Psiquiátrico de Lorvão e a
respetiva integração na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados
“.

Nos três casos, o processo legislativo prossegue com os
projetos aprovados a serem remetidos à Comissão de Saúde da AR.






2 COMENTÁRIOS

  1. No seu projeto de resolução, o BE salienta que, "embora o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) seja uma das maiores unidades do país, não está dotado da valência de cuidados continuados e regularmente encontra dificuldades em libertar camas para situações que requerem mais atenção".
    Read more at cua nhua dai loan