EXPOSIÇÃO – António José de Almeida – Comemoração do Centenário da sua eleição como Presidente da República

0
0

A 6 de agosto de 1919 António José de Almeida foi eleito
Presidente da República. Volvidos 100 anos, e para recordar esta data, o
Município de Penacova tem patente na sua Biblioteca Municipal uma exposição
comemorativa.

É possível ver nesta exposição algumas fotografias alusivas
à vida familiar, académica, profissional e política de António José de Almeida.
Vários jornais, entre eles o célebre “O
Ultimatum
”, no qual António José de Almeida escreveu o artigo “Bragança, o
último” onde fez alusões diretas de grande intensidade polémica à monarquia e o
rei D. Carlos, que lhe custaram três meses na Cadeia de Santa Cruz por
liberdade de imprensa, apesar de ser defendido por Manuel de Arriaga.



É
possível também ver alguma bibliografia, nomeadamente “Desaffronta (história d´uma perseguição)”, uma obra polémica de
crítica a alguns lentes da Faculdade de Medicina; “Uma pendencia célebre” que trata da célebre pendência entre António
José de Almeida e Afonso Costa , que levou a que este desafiasse aquele para um
duelo; para além de livros que assinalam a sua viagem ao Brasil aquando do
centenário da independência desta antiga colónia. Estão também patentes
estampas, bilhetes postais e relógios alusivos ao Governo Provisório, à implantação
da República; bustos da República; caricaturas e litografias; para além de
objetos pessoais (mobílias, pasta académica, entre outros).

A realização desta exposição foi possível devido à cedência
de peças provenientes: do Museu da República e da Maçonaria; e de particulares,
Alexandre Ramires, David Almeida, Isabel Tenreiro, Luís Bigotte Chorão e Luís
Reis Torgal.

De referir ainda que esta exposição foi inaugurada pelo
Presidente da República, no passado dia 17 de julho, feriado municipal em
Penacova, que assinala a data de nascimento de António José de Almeida.

A exposição poderá ser visitada até ao dia 31 de outubro, sendo
o horário para a visita durante o mês de agosto das 9h00 às 17h00, e em
setembro das 9h00 às 18h00.