POLÍTICA – António Costa procura na EN2 inspiração para as legislativas de outubro

0
5

O secretário-geral do PS, António Costa, iniciou hoje uma viagem pela
Estrada Nacional 2 (EN2), que liga Chaves a Faro em mais de 700 quilómetros,
para “ganhar inspiração” para as eleições legislativas de outubro.

“[A EN2] é uma fonte de inspiração
para uma nova etapa que iremos iniciar em outubro [eleições legislativas],
sendo sempre necessário voltar às raízes para arrancar com mais força para o
futuro
”, destacou
Costa, no final de uma visita ao Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso
(MACNA), em Chaves, onde está situado o quilómetro zero da mítica estrada que
liga a localidade no distrito de Vila Real a Faro, ao longo de mais de 700
quilómetros.

O líder socialista vai percorrer, ao longo das próximas semanas, a EN2, que
considera ser “um grande eixo” que
atravessa todo o país na “sua diversidade, saberes, sabores e paisagens”.

O país tem de “saber valorizar
um “grande eixo de potencial de
desenvolvimento
”, afirmou.

“[O país] Tem de saber valorizar, a
partir dos equipamentos culturais que tem, do seu património cultural, natural
e da força muito grande que o turismo tem, pela oferta diversificada que
oferece
”, vincou.

O projeto da Rota da Nacional 2 foi lançado em 2014. Em 2016 foi
formalizada a Associação de Municípios da Rota da Nacional 2, liderada pelo
presidente da Câmara Municipal de Santa Marta de Penaguião, Luís Machado.

Desde que o projeto arrancou que o número de turistas que percorrem a EN2
tem aumentado, o que já se repercute na hotelaria e restauração. Foram já
pedidos 4.000 passaportes da EN2.

A EN2 atravessa 35 municípios, entre os quais o de Penacova, passa pelo interior das povoações, de
Trás-os-Montes ao Algarve, e liga paisagens tão diferentes como as vinhas do
Douro, as planícies do Alentejo ou as praias do sul do país.

Esta estrada é muitas vezes comparada com a “Route 66”, porque à semelhança
do que acontece com a estrada norte-americana, também rasga o país de uma ponta
à outra.

A Rota da N2 dispõe de 400 mil euros, no âmbito de uma candidatura ao
programa Valorizar, para a concretização de um projeto de valorização turística
que vai implementar mais sinalética nas localidades, sinalização na via,
formação e informação sobre os municípios.

Após a visita ao museu, o secretário-geral do PS visitou as Termas de
Chaves lembrando que o regresso, a partir deste ano, das comparticipações do
Serviço Nacional de Saúde aos tratamentos termais é uma forma de,
simultaneamente, “valorizar um recurso
endógeno, promover a saúde e assegurar um melhor desenvolvimento de todas as
regiões do interior
”.

Ainda hoje, no distrito de Vila Real, António Costa irá visitar a aldeia de
Bisalhães, no concelho de Vila Real, localidade conhecida pelo barro preto de
Bisalhães e Santa Marta de Penaguião, seguindo-se as Caves da Raposeira, em
Lamego, no distrito de Viseu.