FUTSAL MASCULINO – Granja do Ulmeiro vence Taça de Honra AFC

0
4

Final muito competitiva com AGU/GD Ulmeiro e CRI Alhadense a
proporcionarem um encontro de futsal de bom nível e recheado de emoção.
Os comandados de Bruno Rodrigues revelaram maior qualidade na
construção do ataque e eficácia na finalização, pelo que, e apesar da réplica
do CRI Alhadense, o resultado foi-se avolumando no 1.º tempo com golos de
Rodrigo Martins, Francisco Cardoso e João Andrade.
Após o intervalo, a final da Taça de Honra da AF Coimbra, com as
bancadas do Municipal de Montemor-o-Velho repletas, manteve o interesse e a
qualidade.
Carlos Simões reduziu para 1-3 com 11,55 para jogar e o CRI
Alhadense carregou no acelerador em busca da reviravolta, mas o empurrão de
Erlando Amado, no interior da área, deu origem a uma grande penalidade que Luís
Conceição executou com classe, elevando para 4-1.
O CRI Alhadense não desistiu perante o desenlace da marcação da
grande-penalidade e recorreu ao guarda-redes avançado nos derradeiros minutos
do encontro. Ivan Fernandes com um remate colocado fez renascer a esperança com
6,45 para jogar e repetiu “a dose” aos 5,35, colocando o resultado em 3-4.
A emoção subiu de tom nas bancadas e os homens da Granja do
Ulmeiro tiveram de cerrar fileiras para segurar a magra vantagem (4-3), que
ditou o resultado final.
Arbitragem correcta.
Final
Taça de Honra AF Coimbra
Seniores Masculinos
Pavilhão Municipal de Montemor-o-Velho
Árbitro: Hugo Mendes
2.º Árbitro: João Cunha
Árbitro Cronometrista: José Tinoco
AGU/GD Ulmeiro – Francisco Miranda, João Andrade, Francisco
Cardoso, Luís Conceição e Bruno Dias.
Banco: Bruno Vicente, João Lapo, Marcelo Pereira (Cap), João
Figueiredo, João Ribeiro, Rodrigo Martins e José Rebola.
Técnico: Bruno Rodrigues.
CRI Alhadense – Diogo Freitas, Nuno Bogalho, Erlando Amado,
Fábio Martins e Tiago Silva.
Banco: Diogo Lopes, André Henriques, Diogo Martins, Carlos
Simões, David Lopes, Ivan Fernandes e Renato Freitas (Cap).
Técnico: Rui Feijão.