SOCORRO – 18 corporações de bombeiros do centro recebem ambulâncias do INEM

0
5

Após notícias contraditórias da 2.ª quinzena de agosto
último, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) vai mesmo avançar com
o plano de renovação da frota de ambulâncias.

Assim serão adquiridas 75 viaturas, resultantes da
autorização do Ministério das Finanças para que o INEM utilize os saldos de
gerência de anos anteriores, num montante a rondar os cinco milhões de euros. ssim,
já é possível adiantar quais os Postos de Emergência Médica (PEM) –
pertencentes aos parceiros do INEM no Sistema Integrado de Emergência Medica
(SIEM) – que serão contemplados.

Na região Centro serão as corporações dos bombeiros
voluntários de Montemor-o-Velho, Miranda do Corvo, Penacova, Tábua (todos do
distrito de Coimbra), Anadia, Oliveira do Bairro, Sever do Vouga, Ovar e Vagos
(distrito de Aveiro), Mortágua, Santa Comba Dão, Lamego e Castro Daire
(distrito de Viseu), Guarda, Seia, Aguiar da Beira e Fornos de Algodres
(distrito da Guarda); bem como os bombeiros municipais da Lousã e Leiria.

O Instituto Nacional de Emergência Médica adianta ainda
que, neste momento, estão a ser preparados os procedimentos necessários à
assinatura dos protocolos com os corpos de bombeiros, o que poderá ocorrer até
meados de outubro.

Nestes termos serão as associações de bombeiros a candidatarem-se
à compra das viaturas, de acordo com o recebimento de uma verba de 50 mil
euros, a que acrescem apoios para manutenção e seguros ao longo de oito anos.

Jaime Soares, presidente da Liga dos Bombeiros
Portugueses, refere que, sendo cada corporação de bombeiros a fazer a
aquisição, o processo demora dois meses, em vez de dois anos (caso fosse o INEM
a comprar), com incidência de IVA de apenas 6%, em vez de 23%.

António Rosado – Diário As Beiras