DEFESA DA FLORESTA – Fundo Florestal Permanente aprova candidatura do Município de Penacova

0
3

A Câmara Municipal de Penacova viu ser aprovada a sua
candidatura ao Fundo Florestal Permanente, no âmbito do apoio ao funcionamento
das equipas de sapadores florestais, que se insere no eixo de intervenção “
Defesa da Floresta contra incêndios e
agentes bióticos
”. Este apoio, no valor total de  236.036,00 €, 
tem a duração de três anos e compreende os trabalhos de serviço público de
gestão florestal e defesa da floresta a levar a efeito entre 2019 e 2021, pelas
duas equipas de sapadores florestais criadas no seio da autarquia.

Humberto Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de
Penacova, referindo que, se a primeira Brigada de Sapadores Florestais,
transitou da extinta PENSAR – Associação de Desenvolvimento Integrado de
Penacova para a alçada do Município, a segunda, foi criada de raiz, “o que demonstra seguramente o empenho da
Câmara de Penacova na prossecução de uma estratégia de prevenção, proteção e
preservação do património natural do concelho
”. Destacando o trabalho de
planeamento realizado pelo Gabinete Técnico Florestal, o Presidente da
autarquia, faz o balanço de um Verão atípico, mas que “fruto do trabalho destas duas equipas e da estreita colaboração da
autarquia com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Penacova e
com os restantes agentes de Proteção Civil do concelho, permitiu que os
trabalhos de vigilância e patrulhamento florestal, no âmbito da proteção de
incêndios florestais, resultasse, felizmente, num número de ocorrências muito
abaixo da média nacional e que, sobretudo, não colocaram em perigo as pessoas,
para nós, sem qualquer dúvida, o mais importante
”.

Dois anos decorridos sobre a tragédia que se abateu sobre
a população do concelho, Humberto Oliveira realça o facto de ter a certeza “que o trabalho de prevenção planeado de
forma estratégica com todos os agentes, se traduz em objetivos concretos e
concretizáveis. Mas, é bom, que os munícipes entendam que este não é um
trabalho apenas de vigilância e patrulhamento, é igualmente um trabalho de
primeira intervenção em colaboração com os Bombeiros, e é também, ao longo de
todo o ano, um trabalho de silvicultura preventiva, gestão de combustível ou,
como vulgarmente designamos, limpeza de terrenos, controlo de espécies
invasoras e abate de árvores que possam colocar em perigo infraestruturas
fundamentais, como a rede elétrica ou de telecomunicações
.”


Um ano após o
Leslie, o presidente penacovense, sublinhou igualmente a forma empenhada como
os Sapadores Florestais de Penacova trabalharam, em parceria com os seus
congéneres da Mealhada e Mortágua, para a recuperação da Mata Nacional do
Bussaco – “sem este esforço
intermunicipal não teria sido possível, de forma tão célere, recuperar para
fruição do público, aquele património natural único na região
”.