DESPORTO – União Futebol Clube vence em casa do Vigor por três golos sem resposta

0
7


O União FC conseguiu ontem a primeira vitória do
campeonato, em casa do Vigor, que fez a pior exibição da época.

No começo da partida assistiu-se a um Vigor intermitente
com falta de imaginação e soluções para ultrapassar a equipa forasteira, bem
organizada e muito lutadora.
Logo ao minuto 14’, numa saída de bola do Vigor, Silva
aproveitou da melhor maneira um desentendimento entre Portugal, Samuel e
Amaral, com a bola a sobrar para este fazer o primeiro.

O União com alguma facilidade chegou ao segundo golo por
intermédio do André Santos aos 42’, que respondeu da melhor maneira a um passe
de um colega rematando fora da área forte e cruzado, com a defesa do Vigor
impávida e serena a ver o golo.

No segundo tempo o Vigor apareceu com outra atitude, mais
dominador, mas sem imaginação para ultrapassar a muralha defensiva do União.

Hugo Amado ainda tentou de livre aos 54’ rematando à
barra da baliza. Diogo Batista, aos 57’, podia ter reduzido após Beje ter
defendido e largado a bola, mas não teve a calma necessária para o fazer.

Numa das poucas descidas que o União fez na segunda
metade conseguiu matar o jogo aos 88’ com André Santos a tirar proveito de um
erro fuzilando o desamparado Manú.

O jogo chegava ao fim com o triunfo a ser justo para os
homens de Penacova. O Vigor esteve uma sombra de si mesmo, perante a qualidade
que tem o seu plantel tem obrigação de fazer mais e melhor.

A equipa de arbitragem passou despercebida e rubricou um
excelente trabalho.

Rui Dias – Diário As Beiras
Ficha do Jogo 
Vigor 0
Manú, Eric, Paganini, Amaral, Portugal (Marcos, 45’), Samuel (Marco, 70’), Hugo
Amado, Tiago Gomes, Fachada, Estanqueiro e Diogo Batista
Treinador – Rafael Silva
União
FC

3 Beje, Batista, Marcos, Nuno Mendes, André Santos; Joel, Veigo, Garfo (Nuno,
45’), Silva (Marco, 59’), Bernardo e Diogo Costa (André Costa, 76’)
Treinador Paulo Neves
Complexo
Desportivo do Vigor da Mocidade
– Espectadores 200
Árbitro – Eduardo
Ramos
Auxiliares – Luís
Sousa e João Veiga
Amarelos – Veigo
(26’), Tiago Gomes (58’), André Santos (59’ e 88’), Nuno Mendes (73’) e
Estanqueiro (85’)
Vermelho – André
Santos (88’)
Golos – Silva (14’) e André Santos (42’ e 88’)