RECURSOS HÍDRICOS – Bacia do Mondego é a segunda do pais com mais água armazenada

0
4

Segundo dados do Serviço Nacional de informação de recursos
hídricos (SNIRH), a Bacia do Mondego e a segunda do país que maior volume de
água tinha armazenado no último dia de novembro.
Logo a seguir à bacia do Ave (86,2% de disponibilidade hídrica),
a do Mondego apresentou valores na ordem de 76,3%. Estas duas contrastam com as
bacias do Barlavento e do Sado, que tinham 29,3% e 25,1%, respetivamente.
Segundo o mesmo boletim 10 das 59 albufeiras monitorizadas
tinham, no final de novembro, disponibilidades hídricas superiores a 80% do
volume total, enquanto 25 tinham valores inferiores a 40%.
Da bacia do Mondego fazem parte seis albufeiras, sendo que
as com maior capacidade atual são a Lagoa Comprida – Seia, que está
completamente cheia, seguida do Vale do Rossim – Gouveia (82.8%)
.
A terceira com maior percentagem de armazenamento é a da
Aguieira (Penacova/Mortágua), que apresenta uma capacidade de 76.4%. A barragem
do Caldeirão – Guarda apresenta 69.9% da capacidade e a das Fronhas – Arganil
71.2%. A barragem do Fagilde não apresenta contabilização de dados neste
boletim.
As bacias do Tejo, Sado, Guadiana, Mira, Ribeiras do Algarve
e Ribeiras do Oeste eram as únicas, no final de novembro, com valores médios de
armazenamento inferiores à média (1990/1991 a 2018/2019)