SOCIEDADE – Fundação INATEL organiza simpósio sobre Burnout

0
5

A Fundação INATEL organiza na próxima quinta-feira, 12 de
dezembro, pelas 14h30, nas suas instalações da Rua Pedro Monteiro, um simpósio
denominado “Burnout: Quando o nosso bem-estar é ameaçado”.
Muitas vezes associado a um esgotamento físico e
mental decorrente de um ambiente de trabalho adverso, com as chefias a
desrespeitarem os colaboradores, tratando-os de forma humilhante e cultivando
uma relação insuportável de submissão e de abuso de poder, a doença
incapacita-os de desempenharem tarefas quotidianas e de trabalharem
devidamente. A palavra Burnout vem do inglês e significa “queimar até
ao fim
”.
O programa disponibiliza três temas. O primeiro, a cargo do
médico psiquiatra José Temótio, abordará a “Síndrome de Burnout: quando o corpo e a mente quebram”. Depois de
um período de debate, segue-se novo painel com as psicólogas Margarida Pinho e
Inês Marques, que tratarão o tema “Mindfulness
– a mente aqui e agora
”. No final, Cristina Felizardo, colaboradora de
programas televisivos, falará aos participantes sobre o seu “Plano de contingência para uma vida feliz”.
De acordo com Bruno Paixão, diretor da Fundação INATEL em Coimbra: 

todos ouvimos falar de casos
indignos de uma sociedade humanista e equilibrada, e vemos ao nosso lado amigos
e conhecidos a definhar no local onde passam a maior parte do seu tempo, no
trabalho. Para além do dever moral de denunciar os abusos, é imprescindível
munir as pessoas de ferramentas para lidar com a adversidade, de forma a
poderem prosseguir com uma vida plena de bem-estar. Este simpósio abrirá esta
discussão, em nome de uma sustentabilidade que é pessoal mas também coletiva.
Não faz sentido andarmos todos a falar de sustentabilidade, desenvolvimento e
progresso quando deixamos as pessoas para trás
.

Os clínicos assumem que o Burnout é uma resposta
complexa ao stress profissional prolongado ou crónico. O mau ambiente no
trabalho, entre colegas e chefias, assim como problemas pessoais, podem também
potenciar o aparecimento desta síndrome. É, portanto, importante manter um
equilíbrio entre a vida profissional e pessoal para evitar que ocorra
o Burnout. Entre os sintomas frequentes, observa-se a existência de
violência psicológica no local de trabalho, a dificuldade em executar tarefas e
o mau ambiente social entre colegas e chefias.
A entrada neste simpósio é livre, embora sujeita a inscrição
através do e-mail info@unicare.pt ou
dos telefones 924 489 830 e 926 213 932. De acordo com a
organização, que é composta, para além da Fundação INATEL, também pela Unicare
e pela Psiquiatria Positiva, a presença confere direito a diploma de
participação e promete quebrar tabus.