INOVAÇÃO SOCIAL – Projeto VirtuALL foi apresentado na Figueira da Foz

0
10

O
VirtuALL  – Inovação, Envelhecimento e Qualidade de Vida,  projeto de
envelhecimento ativo e saudável, coordenado pela Associação de Desenvolvimento
Local da Bairrada e Mondego (AD ELO), que tem como público-alvo a população
idosa acima dos 65 anos e conta com a parceria de seis municípios (investidores
sociais), Figueira da Foz, Cantanhede Mealhada, Mira, Montemor-o-Velho e
Penacova, foi apresentado ontem à tarde, no auditório da Administração do Porto
da Figueira da Foz, por Diana Rodrigues, vereadora da Ação Social,  e
Mário Fidalgo, diretor executivo da AD ELO.

O projeto,
que é gratuito, irá ter início ainda este mês, na freguesia do Paião, e
prolongar-se-á por 18 meses. O VirtuALL irá ainda passar pelas freguesias de
Buarcos/S. Julião e Ferreira-a-Nova, sempre com duas sessões mensais, nas quais
poderão participar cerca de 30 idosos, que que deverão efetuar a sua inscrição
junto do município ou das juntas de freguesia participantes.

Cofinanciado
pela União Europeia, através do Fundo Social Europeu, no âmbito de uma
candidatura efetuada ao Portugal Inovação Social, o VirtuALL conta com uma
equipa multidisciplinar composta por uma fisioterapeuta, uma psicóloga e uma
geografa, e tem como objetivos “Contribuir para o Envelhecimento Saudável,
Participativo e Interativo
” e “criar uma rede municipal com espaços a funcionar
em permanência
”.



O
VirtuALL utiliza soluções tecnológicas, maioritariamente 100% nacionais e
portáteis, desenvolvidas em parceria com o Instituto Superior Técnico e ainda
em versão de protótipo,
 que integram
tecnologia já existente, nomeadamente em consolas de jogos, mas, neste caso,
aplicada às necessidades efetivas da população sénior.



A
apresentação do projeto VirtuALL contemplou ainda a demostração do
funcionamento dos equipamentos tecnológicos, que no final do programa ficarão
sob responsabilidade dos municípios. Uma  plataforma que permite avaliar o
equilíbrio, em que são propostos exercícios que depois resultam na demonstração
da capacidade de equilíbrio frontal, posterior e lateral de cada um; uma
balança que dá um conjunto de indicadores sobre a situação física da pessoa,
como a massa corporal, índice de água e metabolismo, e o PEPE um equipamento de
realidade virtual, com cinco jogos, que permite aos utilizadores, inclusive
pessoas com mobilidade reduzida, realizar exercícios com carácter lúdico e
complexidade diferenciada.



Na
apresentação estiveram ainda presentes o presidente da Assembleia Municipal,
representantes das juntas de Freguesia envolvidas no projeto e da
Associação de Aposentados, Pensionistas e Reformados, do Centro Social de São
Martinho – Tavarede, do Centro Social São Salvador, e utentes da Caritas
Diocesana de Coimbra – Centro Comunitário Nª Sra. Da Boa Viagem.