ELETRICIDADE – Mercado livre já conta com mais de 5 milhões de clientes

0
0


O mercado
livre de eletricidade cresceu 2,8% em 2019, tendo atingido em dezembro um total
acumulado de 5,2 milhões de clientes, permanecendo cerca de 1,03 milhões de
consumidores no mercado regulado.

De acordo com
dados da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), o consumo no
mercado livre representava em dezembro cerca de 95% do consumo total registado
em Portugal continental.

A quase
totalidade dos grandes consumidores já se encontra no mercado livre. Por seu
lado, no segmento dos consumidores domésticos o mercado livre representava em
dezembro cerca de 87% do consumo total do segmento, face aos cerca de 85%
registados no mês homólogo
.

A extinção
das tarifas reguladas de eletricidade — em que os preços praticados pela EDP
Serviço Universal são definidos anualmente pela ERSE – estava prevista para 31
de dezembro deste ano, mas o Governo pretende alargar o período de vigência por
mais três anos.

Assim, na
prática, as famílias e as empresas terão mais três anos para escolher e mudar o
fornecimento de eletricidade para um comercializador em mercado livre.

A EDP Serviço
Universal é atualmente o comercializador de último recurso, responsável pela
oferta das tarifas transitórias de eletricidade que são fixadas pela ERSE.

Em termos de
quota de mercado, a EDP Comercial manteve a sua posição como principal operador
no mercado livre em número de clientes (78,4%) e em consumo (41,7%). Face a novembro,
a sua quota de mercado diminuiu 0,2 pontos percentuais, tanto em número de
clientes como em termos de consumo.


Em número de
clientes, a Endesa aumentou a sua uma quota em 0,1 pontos percentuais para de
6,5%, mantendo a liderança no segmento de clientes industriais, com uma quota
de 24,5%. Por seu turno, a Iberdrola, com uma quota de 27,8%, permanece a
liderar o segmento dos grandes consumidores.