Penacova tem bom ar! E boa… água?

3
7

Nunca percebi, ingénuo, por que motivo as Câmaras Municipais
têm que criar empresas municipais.
Tenho lido que, muitas vezes, é para agilizar a resolução de
problemas, uma vez que a lei, a burocracia, atrasa não raras vezes essa vontade
executiva. Mas, pergunto ingenuamente, que diabo, se o problema é a lei, a
burocracia, por que raio não se altera a lei???
Isto vem a propósito da criação da Empresa Intermunicipal de
Ambiente do Pinhal Interior, que vai gerir o abastecimento de água no nosso
concelho.
Li muitos e bons (?) argumentos a favor da sua criação, numa
missiva que hoje me chegou, um dos quais relacionado com o facto de que só em
associação se conseguirem os financiamentos necessários para o setor. Tenho,
pois, pena dos municípios que vão continuar a gerir diretamente este BEM
ESSENCIAL. Que privações os esperam, desgraçados! Que futuro para tais
infortunados munícipes?
Que VANTAGENS REAIS terá, então, para os munícipes um tal
negócio? Obviamente que queremos continuar a acreditar que o SUPERIOR INTERESSE
DOS MUNÍCIPES foi o motivo primeiro para as alterações efetuadas.
Para além das várias “vantagens” e razões
anunciadas, o que já se percebeu foi que vem aí um AUMENTOS DE TARIFAS.
O que se espera, assim, de munícipes sérios e atentos, pelo
menos no que me diz respeito, é que fiquemos ATENTOS AO QUE A REALIDADE NOS
TROUXER. Argumentos haverá sempre. Tudo se consegue justificar, mas, como diz o
avisado povo, “Palavras, leva-as o vento”.
Havemos de saber avaliar. Cá estaremos para louvar ou para
criticar. Quem me dera vir a ter só motivos para aplaudir!
Afonso Brito

3 COMENTÁRIOS

  1. Sou Municipe desde há 16 anos, moro na Freguesia de Friumes e quando vim para cá viver o que me gabava, era que a água da torneira era melhor que a do concelho de onde vim e nasci, há 4 anos para cá que digo precisamente o contrário, pois a qualidade da água piorou e muito. Estou para ver a fatura referente ao mês de Janeiro, pois sei que as obras ainda não estão concluidas e continuo a comprar água para beber, pois a da torneira tem cheiro e sabor. Sr. Presidente Humberto e restantes municipios associados, ponham a mão na consciência, pois iremos pagar uma fatura 3x superior ao de qualquer outro município, é a fatura da APIN e a fatura da agua no supermercado.

  2. Aquando do debate de esclarecimento organizado para os eleitos municipais por Penacova, fui o único eleito que participei. Os restantes eleitos, do PS e do PSD, parecia que estavam todos esclarecidos. Na Assembleia Municipal, aquando da votação fui o único que votei contra, todos os restantes eleitos, PS e PSD votaram favoravelmente. Sob a alçada da falácia criada pelo Estado Português e pelo Governo PS com o PSD a reboque, argumentando que os Municípios que não se agrupassem não teriam acesso ao financiamento do programa POSEUR ,quando a União Europeia não menciona essa condição, foram criadas as ditas Empresas Intermunicipais, com o intuito de ser mais fácil a privatização do fornecimento da água, um bem essencial e universal para todos as populações. Como prémio de inicio de Ano, tivemos o amargo de boca do aumento das tarifas.

  3. Se o aumento viesse e juntamente viesse também a qualidade…nem me importava, porque se analizar-mos bem, nem é muito caro para o comodismo que nos dá. Mas não é o que está a acontecer, a agua da torneira não dá para beber, temos de acrescentar a essa fatura a do supermercado.