SAÚDE – ARS do Centro substitui médico aposentado em Penacova

0
0

Em relação aos dois
médicos que se irão reformar este ano, mas que ainda estão em funções, serão
abertos, proximamente, um concurso de ingresso e outro de mobilidade, de forma
a assegurar a substituição desses profissionais em outubro, altura em
que, efetivamente, se reformam
“, informa em comunicado o gabinete
de relações públicas daquele instituto público.
Esta posição da ARS do Centro surge depois de a
Comissão de Utentes do Centro de Saúde de Penacova, ter
alertado que milhares de pessoas ficariam sem médico de família devido à
aposentação de três destes profissionais.

A Administração
Regional de Saúde do Centro e o Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo
Mondego têm vindo a diligenciar no sentido de dotar o Centro de Saúde de
Penacova com os necessários recursos humanos
, adianta.

A Comissão de Utentes, por sua vez, exige “a rápida resolução deste grave problema,
colocando os recursos humanos necessários ao pleno funcionamento do Centro de
Saúde
“, que dispunha de nove médicos.
Um deles aposentou-se em janeiro e mais dois
pediram a aposentação em fevereiro.
Fala-se ainda
que um quarto médico sairá do Centro de Saúde brevemente, colocando ainda mais
utentes sem cuidados de saúde. No total, estas ausências deixarão mais de
metade da população de Penacova sem cuidados de saúde de qualidade e
proximidade
“, segundo a comissão.
Em janeiro, refere, aposentou-se um médico, tendo
ficado cerca de 1.600 utentes sem médico de família.
Em fevereiro, “mais dois médicos pediram a aposentação, o que a curto prazo resultará
em mais 5.000 utentes sem médico de família
“, acrescenta a Comissão de
Utentes numa nota divulgada na quarta-feira.
Composto por várias extensões, o Centro de Saúde de Penacova
serve 13 mil pessoas, num concelho com mais de 14 mil habitantes.