COVID 19 – Municípios da Região de Coimbra articulam medidas de apoio a famílias e empresas da Região

0
6

O Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal da
Região de Coimbra (CIM RC) reuniu hoje, através do sistema de videoconferência,
e articulou um conjunto de medidas de apoio ao rendimento das famílias e das
empresas da Região, a fim de combater os efeitos económicos e financeiros
provocados pela pandemia de COVID-19:
  • Suspensão da cobrança das rendas relativas aos meses de
    abril, maio e junho, devidas pelos estabelecimentos comerciais instalados em
    edifícios/espaços municipais que se encontrem arrendados e/ou concessionados,
    encerrados por imposição das regras do estado de emergência;
  • Suspensão dos prazos regulamentares para renovação de
    licenças para ocupação de espaço público e publicidade nos estabelecimentos comerciais
    que caduquem nos meses de abril, maio e junho;
  • Redução dos prazos médios de pagamento às entidades
    fornecedoras de bens e serviços aos Municípios;
  • Entrega de cabaz alimentar em casa de todos os alunos com o
    escalão A dos apoios sociais, quando solicitado pelas famílias; 
  • Criação de uma equipa de apoio às micro, pequenas e médias
    empresas, através dos gabinetes de apoio ao empresário municipais, com o
    intuito de assegurar a informação sobre todos os apoios existentes, bem como
    consultoria para mitigar os efeitos da crise e promover a recuperação
    económica;
  • Criação de um Mercado Virtual de apoio logístico a partir
    das plataformas existentes (Região de Coimbra Marketplace) que junte as
    necessidades de empresas, instituições e municípios às competências e ofertas
    da Região de Coimbra;
  • Criação de uma rede, com o Grupos de Ação Local, com vista
    levantar a necessidades e apoiar a pequena agricultura;
  • Levantamento dos equipamentos e espaços municipais
    disponíveis/desocupados com vista a otimização de recursos e espaços para
    armazenamento, logística, transporte e/ou acolhimento de empresas fortemente
    afetadas pelo surto, nomeadamente aquelas sem capacidade ou com dificuldades no
    pagamento da renda, eletricidade e água;
  • Criação de um sistema de gestão de bens excedentários dos
    setores produtivos da Região não escoados pelo mercado, com vista a sua
    otimização, nomeadamente para o consumo de famílias/instituições carenciadas;
  • Criação de uma plataforma online de crowdfunding da Região
    de Coimbra para angariação de financiamento colaborativo/coletivo de estímulo e
    apoio a iniciativas de interesse da Região no sentido de ajudar as famílias e
    empresas atingidas pelo surto;
  • Lançamento de campanha “Emprego: Hoje e Amanhã”, com o apoio
    dos Gabinete de Inserção Profissional municipais, em parceria com o IEFP e
    associações empresariais, que visa o apoio a cidadãos: na elaboração do seu
    currículo, na preparação de entrevistas, procura de emprego adequada ao perfil
    e oferta disponível na Região de Coimbra, encaminhamento para ações de formação
    do IEFP e outras ofertas formativas de entidades da Região, introdução à
    temática “empregos do futuro”;
  • Estabelecimento de uma pareceria com a AHRESP com vista a
    apoiar e qualificar a restauração durante a pandemia e em paralelo preparar um
    pacote de iniciativas para o cenário pós-pandémico;
  • Preparação de uma campanha Turística para atração e retenção
    de turistas no cenário pós pandemia.
  • Estas medidas irão ser consubstanciadas e aprofundadas nas
    próximas reuniões de câmara e são complementares a um conjunto de outras
    medidas que já foram comunicadas pelos 19 municípios da Região de Coimbra.
Oportunamente a CIM RC apresentará novas medidas noutras
áreas estratégicas para a Região.