COVID 19 – Município de Penacova canaliza investimento das festas para Fundo de Emergência Municipal

0
1

O dinheiro poupado com a não realização de eventos públicos
no concelho, cancelados ou adiados devido à covid-19, vai ser a base de um
fundo de emergência para apoiar famílias, empresas, bombeiros e IPSS’s de
Penacova. 
Foi a câmara municipal que ontem anunciou a medida, explicando que “está a criar um Fundo de Emergência
Municipal para apoiar e diminuir o impacto nas famílias, empresas, bombeiros
voluntários e IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social), com as
verbas que estavam anteriormente alocadas a eventos que vêm sendo cancelados

ou suspensos, afirma a câmara, numa nota de inprensa.
Na sequência da pandemia provocada pela covid-19, a Câmara Municipal de Penacova cancelou ou suspendeu “todos os eventos promovidos pelo município”, até que haja “novas orientações em termos de saúde
pública
”.
A autarquia reconhece a importância que as iniciativas como
as que, entretanto, foram canceladas, têm para “a dinamização da economia local, do associativismo e para o convívio
entre munícipes
”, mas, salienta que a prioridade é “o combate a esta pandemia e o consequente bem-estar da população”.
Neste momento, “preservar
e salvar vidas é o que mais importa
”, sustenta, citado no comunicado da
câmara, o presidente do município de Penacova, Humberto Oliveira.
Eventos como o Encontro de Marchas Populares, as Festas do
Município, atividades no Centro Cultural da vila, a Gala do Desporto e
concertos no Mosteiro de Lorvão “estão,
para já, suspensos
”, recordam os respetivos serviços autárquicos.
O executivo municipal de Penacova explica a decisão com “o atual estado de situação e a
imprevisibilidade que a covid-19 tem em propagar-se
”, devendo, por isso,
evitar-se “a aglomeração de quantidades
significativas de pessoas no mesmo espaço
”.