Futsal: Equipa de Chelo quer nova equipa na formação e pretende manter a base nos seniores

0
9
A celebrar 40 anos em 2020, o Chelo, formação do concelho de Penacova. tem no futsal um dos ex-líbris do União Popular e Cultural de Chelo (UPCC), coletividade que alia o desporto à cultura na aldeia de Chelo, localidade da freguesia de Lorvão.
 
Emanuel Pereira – Diário As Beiras
 
No futsal, o Chelo teve, na época 2019/2020, duas equipas em ação. No setor masculino, a formação sénior disputou a 2.ª Divisão Nacional e os juniores sagraram-se campeões distritais sub20 da Associação de Futebol de Coimbra (AFC), conquistando a prova só com vitórias (54 pontos, em 18 jornadas, fruto de 18 triunfos, com um total de 143 golos marcados e 37 sofridos).
 
O final precoce das provas nacionais e distritais de futsal impediu os seniores de lutar pela manutenção no “Nacional” e os juniores de participarem na Taça Nacional do escalão.
 
Apesar de não se realizarem mais jogos, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decidiu que não haveria descidas das provas nacionais às competições distritais na próxima temporada. A decisão “dá” aos seniores do Chelo nova oportunidade no 2.º escalão do futsal nacional na época 2020/2021.
 
A próxima época começa a ganhar forma, apesar de ainda existirem várias indefinições sobre a retoma das atividades em pavilhão.
 
 Neste momento estamos a iniciar a preparação para a próxima época. Ainda não há treinos, mas vamos ver se em junho conseguimos ter algumas sessões”, confidenciou ao jornal o presidente do Chelo, António Ribeiro. “Neste momento, não há
motivos para pressa
”, assegurou o dirigente.
 
Na próxima temporada, a formação penacovense irá manter, ao nível da equipa sénior, a base desta temporada. “Estamos em contacto com os jogadores e vamos manter a base da última época, recrutando duas ou três caras novas. Também vão subir, pelo menos, quatro juniores”, garantiu António Ribeiro.
 
António Santos deverá continuar a liderar os seniores do Chelo. “Em princípio a equipa técnica será a mesma”.
 
Nova equipa na formação
 
Uma das novidades em 2020/2021 passa pela criação de uma equipa de iniciados. “Estamos a discutir a possibilidade de mais um escalão de formação, possivelmente de iniciados. É um objetivo ter mais uma equipa jovem”, contou o presidente do Chelo.
 
As decisões da FPF foram úteis à equipa sénior, mas impediram os juniores de discutir a Taça Nacional. “Estávamos a lutar pela manutenção nos seniores, por isso, para nós, foi uma resolução que nos agradou, embora existissem boas perspetivas em garantir a manutenção em campo. O calendário também era favorável”, considerou o dirigente.
 
Nos juniores, a ambição passava por chegar à 2.ª fase da Taça Nacional.
 
Foram campeões distritais, só com vitórias, e a equipa era boa. Podia fazer boa figura na Taça Nacional. Há dois anos chegámos à 2.ª fase e, esta época, a equipa apresentava ainda mais garantias”, frisou António Ribeiro.
 
Festa de aniversário adiada para Setembro
 
A pandemia de covid-19, para além de ter parado as atividades desportivas do Chelo, impediu a celebração do 40.º aniversário do clube, fundado a 9 de maio de 1980. “Seria dia 9 de maio, mas os seniores tinham jogo nessa data [recebiam o Retaxo] e, então, adiámos para dia 16 de maio. A situação da covid-19 obrigou a novo adiamento. Temos prevista a celebração para 19 de setembro”, revelou.
 
Aos sócios e adeptos do Chelo, António Ribeiro deixou uma mensagem de confi ança. “Vamos fazer o possível para manter e, se possível, melhorar o nível. Vamos continuar a aposta na formação e quero pedir a colaboração de todos, isso é fundamental”, enalteceu. 

Saúde para todos. Neste momento, isso é primordial. Que dia 19 de setembro seja o momento da reunião. Estamos a preparar tudo para isso”, garantiu António Ribeiro.
 
Para além do futsal, o Chelo tem, a nível de competição, bilhar e basquetebol ( parceria com o CAD Coimbra).