“CHEGOU O TEMPO” Turismo do Centro antecipa campanha e convida portugueses a visitar a região “como se fosse a primeira vez”

0
1
A nova campanha, que inclui televisão, arranca já no próximo
dia 18 de maio. O Centro antecipa-se ao Turismo de Portugal, bem como às
restantes entidades regionais de promoção turística, e anuncia que é tempo de
voltar a sair
Paulo Brilhante  – Jonalista do Expresso *
Serra da Estrela – Paulo Cunha
Com mais de 600 empresas de atividade turística certificadas com o selo “Clean & Safe”, diversos empreendimentos de alojamento já de portas abertas e muitos outros a preparar o regresso para os próximos dias, e com a reabertura dos restaurantes já agendada, a Turismo Centro de Portugal considera que “chegou o tempo” de sair de casa e de “voltarmos a viver e de redescobrirmos” a região “como se fosse a primeira vez”. É neste contexto que, já no próximo dia 18 de maio, o Centro lança uma campanha de promoção deste destino, que se estende a diversos meios e plataformas, incluindo televisão. Antecipando-se ao próprio Turismo de Portugal, que vai convidar os portugueses a fazer férias “cá dentro”, bem como às restantes entidades regionais de promoção turística, a Turismo Centro de Portugal anuncia que “Chegou o Tempo” de voltar a sair, “cumprindo, naturalmente, as regras de segurança”, que resultam da nova normalidade associada à pandemia de covid-19.
Em declarações ao Expresso, Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal (TCP), considera que a próxima segunda-feira é “o momento ideal” para o arranque da campanha: “Numa altura em que o isolamento social era a prioridade, pedimos a todos para ficarem em casa e dissemos que ‘Haveria tempo’ (nome da campanha anterior) de voltar a sair. Mas começámos imediatamente a trabalhar no day after, aquele em que a situação iria mudar. O comportamento exemplar dos portugueses, que estiveram à altura do desafio gigantesco com que se depararam, num exemplo de cidadania, permite que hoje já seja possível falar num momento diferente – o tempo de voltar a sair está a chegar, cumprindo, naturalmente, as regras de segurança.”
Com a certeza de que, agora, “Chegou o Tempo”, Pedro Machado convida os portugueses a “marcar aquele fim de semana tão ansiado e apreciar a segurança e o conforto da região”, destacando as áreas do Interior, com menos densidade populacional e maior oferta de turismo de natureza. “O país deve, de uma vez por todas, olhar para os territórios do interior como terras de oportunidades, onde se encontram experiências de que sentimos falta nas zonas ditas mais ‘desenvolvidas’: a paz, a tranquilidade, o bem-estar, o tempo de qualidade, o espaço a perder de vista… Esta doença – covid-19 – mostra-nos que, para bem de todos, chegou a altura de escolhermos destinos de viagens que não olhem para as pessoas de forma massificada, mas sim personalizada”, refere o presidente da TCP, que confia na segurança do destino e do consequente sucesso da oferta única que o Centro representa: “O interior do país deve assumir-se como destino privilegiado para quem quer usufruir desta forma de viajar – que é um verdadeiro luxo, cada vez mais procurado no século XXI.”
Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal
Empresários “pegam o touro pelos cornos”

Ainda com incertezas sobre a reação dos portugueses ao convite para começar a sair de casa e viajar “cá dentro”, Pedro Machado reforça a importância de gerar confiança no turismo, tanto através de campanhas de promoção, como do próprio trabalho no terreno, que está a ser feito pelos empresários associados a este setor da economia: “O Centro de Portugal orgulha-se de apresentar mais de 600 empresas de atividade turística certificadas com o selo ‘Clean & Safe’ – nomeadamente, 307 empreendimentos turísticos, 175 agentes de animação turística e 121 agências de viagens e operadores turísticos já têm o selo e este é um número que todos os dias aumenta de forma significativa. É um sinal evidente de que os empresários estão a fazer um enorme esforço para dotar as suas instalações de todas as condições de higiene e segurança, de forma a tranquilizar quem os procura.”
Com este esforço diário, a entidade responsável pela promoção da região garante que “o destino Centro de Portugal estará preparado para este desafio, como tem conseguido sempre estar à altura de todas as adversidades nos últimos anos. “Os nossos empresários são feitos de uma fibra acima da média, e já deram provas disso, com os incêndios de 2017, o furacão Leslie em 2018, a sazonalidade, a litoralização do turismo, entre outros handicaps. Posicionaram-se sempre do lado da solução, sabendo que, por tudo isto, é-lhes sempre exigido o dobro do esforço dos outros. Arregaçam as mangas e ‘pegam o touro pelos cornos’, sem receios”, enfatiza Pedro Machado para concluir: “Aqui, qualquer turista encontra espaço para descansar longe das multidões. A nossa nova campanha surge precisamente nesse sentido, com o objetivo de gerar confiança no destino Centro de Portugal, um destino único e hospitaleiro, mais seguro, mais autêntico, mais pessoal e mais sustentável.”
Imagem da nova campanha “Chegou o Tempo” do Centro de Portugal
De Espanha chegam bons sinais
Para reforçar a comunicação, a Turismo Centro de Portugal tem já em preparação novas campanhas de promoção do território que pretendem acompanhar e a adaptar-se ao evoluir da situação. Espanha pode ser o próximo alvo, mas para tal é necessário que as fronteiras voltem a abrir. Para já, garante Pedro Machado, os indicadores são positivos: “Temos sinais que demonstram um aumento de pedido de reservas por parte do mercado espanhol a partir de julho e agosto. Será certamente uma tendência que irá crescer nos próximos meses, desde que a pandemia continue a dar sinais positivos de abrandamento nos dois lados da fronteira.”
Veja aqui, em exclusivo, a campanha “Chegou o Tempo” que tem início na próxima segunda-feira, dia 18 de maio.
Acompanhe as principais novidades sobre os melhores restaurantes e hotéis, mas também as mais recentes e tentadoras experiências de turismo e lazer em Portugal, bem como os melhores destinos para uma escapadinha ou para as merecidas férias em boacamaboamesa.expresso.pt.
*Originalmente publicado no jornal Expresso de 14.05.2020 (acesso exclusivo a assinantes)