TRANSPORTES – Transdev deixa passageiros “a pé” depois de ter vendido os passes

0
0

A CDU da freguesia de Lorvão considera “vergonhoso o cancelamento das
carreiras pela TRANSDEV depois de ter vendido os passes e deixado os
passageiros a p
é”.
De acordo com a nota enviada, a CDU acusa a “TRANSDEV de
ter cancelado todas as carreiras para Lorvão – a sede de freguesia – embora
tenha continuado a vender os passes para Chelo e Lorvão, deixando as pessoas a
pé na Rebordosa
”, criticando o “silêncio das entidades locais (junta de freguesia
e câmara) perante mais um ataque às suas populações, em vez de as defenderem como
é sua obrigação
”.
Segundo aquela estrutura partidária, “os populares da
localidade de Chelo procuraram apoio na passada sexta-feira, junto do
presidente da junta de freguesia de Lorvão
”, tendo-lhes sido transmitido pelo
próprio “que esse não é um problema entre clientes e empresa”.
Para a CDU “essa atitude é uma ofensa à Freguesia, aos
utentes e a toda a sua população, quer seja, ou não, utente regular com passe
” referindo que “não abandona as pessoas à sua sorte e não lhes
diz que têm meios legais para agir contra a empresa.
Não conformada com o problema, a CDU da freguesia de Lorvão  “fará o que estiver ao seu alcance para repor o serviço público de transportes, com os horários e a frequência necessária para se manterem as condições sanitárias recomendadas pela Direção Geral de Saúde, tendo já iniciado uma série de contactos com a transportadora, com a CIM-Região de Coimbra e com
a ASAE, para que, com a máxima urgência, as carreiras voltem à estrada
”.
A CDU da freguesia de Lorvão adianta que os seus representantes “foram diretamente à empresa falar com
o responsável da transportadora, com quem ficou combinado prosseguirem o
diálogo e a quem já remeteram as propostas dos utentes
.”
Por fim, a CDU reitera estar “ao lado da população, que nunca
abandona
”, prometendo não “largar a empresa até que seja resolvido o problema.”