PENACOVA – Município tem resultado líquido positivo nas contas de 2019

0
6


No ano de
2019, os resultados financeiros do Município de Penacova foram positivos. O
resultado líquido positivo ascendeu aos 781.478 euros. O documento com as
contas foi aprovado pela Assembleia Municipal, com os votos favoráveis do PS e
da CDU e os votos contra do PSD, à exceção dos presidentes de junta
social-democratas, que se abstiveram.
Humberto Oliveira
considera que “a gestão do município tem sido séria, competente e equilibrada,
aplicando recursos no desenvolvimento e no robustecimento das suas potencialidades,
procurando ao mesmo tempo investir na cultura, na educação, na qualidade de
vida, nas acessibilidades, no saneamento e na proteção social da comunidade
”.
De acordo com
o relatório de contas, a autarquia diminuiu as suas despesas correntes, contribuindo
para esta redução a poupança em mais de 620 mil euros em fornecimento e
serviços externos. Destaca-se também o aumento dos investimentos realizados em
2019, que se cifraram em mais de quatro milhões e meio de euros.
O autarca considera que
Penacova é um município moderno, seguindo as melhores práticas europeias e com
boa saúde financeira. Entre os investimentos a decorrer contam-se a
requalificação do emblemático Parque de Ténis, o saneamento em Chelo/Chelinho e
Telhado e o Centro Educativo de Figueira de Lorvão. Em breve vão ter início as
pavimentações na freguesia de Carvalho e a requalificação da Casa das Artes, no
edifício do Antigo Tribunal, junto aos Paços do Concelho
.
Quanto ao passivo,
Humberto Oliveira referiu na sua intervenção na Assembleia Municipal que o
Município “está bem melhor” do que nos mandatos anteriores a este Executivo
liderado por si.
Com as contas positivas,
refere Humberto Oliveira, “o Município de Penacova pode encarar o presente e o
futuro com maior confiança, podendo dar resposta a desafios importantes como a
transferência de competências nas áreas da saúde e da educação, bem como a
implementação de medidas que estão em curso para mitigar as consequências do
Covid-19
”.