METEOROLOGIA – Chuva, temperaturas abaixo do habitual e possibilidade de neve na Serra da Estrela

0
5

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê
para hoje períodos de chuva ou aguaceiros, em especial nas regiões Norte e
Centro e até final da tarde e vento por vezes forte nas terras altas, com
possibilidade de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela.
As temperaturas estarão abaixo do habitual para a época do
ano, com as máximas a não ultrapassarem os 22º (Setúbal e Faro) e as mínimas a
descerem até aos 6º (Guarda).
O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê
para hoje períodos de chuva ou aguaceiros, em especial nas regiões Norte e
Centro e até final da tarde e vento por vezes forte nas terras altas, com
possibilidade de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela.
As temperaturas estarão abaixo do habitual para a época do
ano, com as máximas a não ultrapassarem os 22º (Setúbal e Faro) e as mínimas a
descerem até aos 6º (Guarda).
O céu vai estar muito nublado, diminuindo gradualmente de
nebulosidade na região Sul a partir do final da manhã, e estão previstos
períodos de chuva ou aguaceiros, mais intensos e frequentes nas regiões Norte e
Centro, em especial até ao final da tarde. No Baixo Alentejo e Algarve a chuva
será fraca e pouco frequente.
Há ainda a possibilidade de trovoada nas regiões Norte e
Centro durante a tarde.
Segundo o IPMA, há 11 distritos de Portugal Continental com
risco elevado e muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), assim
como as regiões autónomas dos Açores e Madeira.
Com risco elevado no continente estão os distritos de
Guarda, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Évora e Beja, quanto os distritos de
Lisboa, Santarém, Portalegre, Setúbal e Faro apresentam risco muito elevado.
Nos Açores, o risco de exposição é elevado em S. Miguel e
nas Flores e muito elevado no Faial. O IPMA prevê ainda risco muito elevado em
Porto Santo e elevado na ilha da Madeira.
Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o IPMA
recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’,
guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao sol.
O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00
de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do
vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.