ENSINO PROFISSIONAL – Beira Agueira apresenta “Projeto Qualifica” ao município de Penacova

0
7



Depois ter sido reconhecida, em fevereiro último, como
Centro Qualifica, 
a direção da Escola Profissional Beira Aguieira e a equipa responsável pela concretização do projeto, apresentou-o hoje ao município de Penacova. A sessão realizou-se no Salão Nobre dos Paços do
Concelho na presença da vereadora Sandra Ralha, responsável pelo pelouro da educação
da Câmara de Penacova e na presença de Vasco Morais, chefe de gabinete da
autarquia.
Para a vereadora Sandra Ralha esta certificação vem “alargar a oferta formativa da EBA, já de si excelente, que
agora passa a dar resposta educativa e formativa à qualificação de adultos,
seja aos que pretendem obter uma certificação escolar, seja aos que pretendem
uma certificação profissional, ou ambas, possibilitando inclusive uma interação
com as empresas e estes são passos muito importantes para o nosso concelho
”, salientando ainda que tal
certificação contribuirá significativamente para a melhoria dos níveis de
qualificação da população e para a melhoria da empregabilidade dos indivíduos
”.
No âmbito da reunião foi igualmente abordada a
preocupação do município com a integração dos alunos que frequentam a Escola.
Vasco Morais salientou “o envolvimento de todos os atores no terreno para que,
durante o período em que vigorou o Estado de Emergência, os alunos da Escola,
nomeadamente, os que possuem outras nacionalidades, tivessem o apoio necessário
e se sentissem em segurança”
, reforçando que “o município foi desde
sempre colaborador com a Escola mas, durante este período, teve que que ser
ainda mais ativo
” assim concluindo que “urge criar um grupo de trabalho
que contribua para que estes alunos que se encontram deslocados das suas raízes
culturais se possam integrar de forma mais harmoniosa e que se acabe de vez com
o estigma negativo dos alunos da Beira Aguieira
”.
Durante a sessão, o município de Penacova avançou com
a proposta de criação de um grupo de trabalho que será constituído por um
representante dos alunos da EBA, um elemento da Direção e um professor da
escola, dois representantes do Município e um representante de entidades
associativas (desportivas e culturais), com “o objetivo de desenhar um Plano de
Ação que espelhe ações concretas, estruturadas e organizadas de modo a permitir
aumentar a dinâmica de integração dos jovens alunos da EBA, particularmente,
daqueles que, não sendo cidadãos nacionais, se encontram deslocados e vivem em
Penacova durante o ano letivo, para
gostem realmente de estudar
e de viver em Penacova”
, salientou a vereadora Sandra Ralha.