eSaúde… O Centro de Saúde informa – Mitos em SaúdeI

0
8



O cancro é sempre uma doença mortal?
Um diagnóstico de cancro não
representa necessariamente uma sentença de morte. Este depende de muitos
fatores, tais como, o momento do diagnóstico, a sua localização, os
antecedentes pessoais patológicos do doente, da idade, o seu risco genético, os
hábitos de vida, como dieta, sedentarismo, consumos e obesidade.
O cancro não é causado por…
O cancro não é causado por uma
ferida ou traumatismo.
Não é contagioso, apesar de
algumas infeções virais, nomeadamente de transmissão sexual poderem aumentar o
seu risco.
Beber água gelada não provoca
cancro.
O uso de soutien apertado não
provoca cancro da mama.
Os desodorizantes também não.
Comer chocolate provoca ou não
borbulhas?
A acne nos jovens entre os 12 e
os 18 anos é frequente. A correlação entre a alimentação e o seu surgimento é
discutível e ainda não há um consenso científico. Pensa-se que poderão estar
implicados fatores de ordem genética e alimentar e que o açúcar poderá agravar
as lesões cutâneas. Quanto ao chocolate não está provado, logo poderemos
considerar como mito.
É perigoso engolir pastilha elástica?
Estamos perante mais um mito
bastante antigo de que a pastilha elástica engolida poderia colar-se ao
estômago ou ao intestino, provocando doenças graves. Se for acidentalmente
engolida, embora resistente ao suco gástrico, esta é impedida de se agarrar ao
tubo digestivo pelos seus mecanismos de contrações musculares, sendo
naturalmente eliminada ao fim de poucos dias como qualquer resíduo alimentar.
Há um ditado quanto à laranja que diz de
manhã é ouro, à tarde prata e à noite mata? Será verdade?
Não! A laranja é um fruto que
deve ser incorporado na dieta, como qualquer outro, devendo ser consumido com
naturalidade, sem se esperar efeitos que estão fora das suas potencialidades.
Comer muitos ovos provoca
aumento do colesterol?
Envolto
em controvérsia até há uns anos, hoje em dia o ovo já não é considerado um
vilão. Pelo seu teor elevado de colesterol (200mg), o ovo era considerado
nocivo para a saúde, visto que níveis elevados de colesterol no sangue estão
ligados ao desenvolvimento de outras patologias do foro cardiovascular (como
AVC e enfarte), no entanto esta correlação não parece ser linear, mas sim
relacionada com o desequilíbrio entre o colesterol “mau e o bom”. Uma
vez que se trata de um alimento de alto valor nutritivo, rico em proteínas,
entre outros, não devemos evitar o seu consumo, isto quando consumidos
moderadamente, podendo ser até um consumo diário. No entanto, devemos ter em
conta o tipo de alimentação que fazemos, de forma a termos uma dieta saudável,
evitando os fritos e as gorduras em excesso.
O chá faz bem à saúde?
O chá por definição é uma infusão
obtida a partir de folhas da planta Camellia
Sinensis
, sendo uma das bebidas não alcoólicas mais consumidas. Pode-se
preparar a partir de folhas secas, sem qualquer tratamento, recebendo a
designação de chá verde, ou submetido a um processo de fermentação natural, o
chá preto. Atualmente existem também as tisanas, obtidas por infinitas espécies
botânicas, inapropriadamente designadas por chás, aromatizadas, apresentando
uma composição química, podendo ser tóxicas para o fígado se consumido em
excesso. Respondendo à questão, o consumo de chá enquanto bebida agregadora e
reconfortante deve continuar a ser acarinhado como hábito social, no entanto, a
tentativa de o transformar em remédio, sem
evidência científica de controlo
do colesterol, celulite ou obesidade, pode trazer riscos acrescidos que não
vale a pena correr.

Como habitualmente, em caso de dúvida, pode sempre contactar o seu/sua Médico(a) de
Família.
CONTACTOS CENTRO DE SAÚDE (sede)

TELEFONE: 239470040/913893085

 EMAIL: ucsp.penacova @arscentro.min-saude.pt

Esta rubrica semanal resulta colaboração do Penacova Actual com a USCP de Penacova, e tem como médicos responsáveis, a Dra. Mariana Pinto e Dr. Rui Ferreira (Médicos UCSP Penacova).
São abordados temas atuais e abrangentes dirigidos a toda a população do concelho, baseados nas diretivas e evidência em curso e aproximando o Centro de Saúde à comunidade.