Liga Portuguesa Contra a Sida recebe Prémio Nacional de Psicologia

A Liga Portuguesa Contra a Sida recebe hoje o Prémio Nacional de Psicologia, uma distinção que, para a presidente, reflete “um longo percurso e trabalho” no apoio a doentes com doenças e infeções sexualmente transmissíveis.Liga Portuguesa Contra a SidaA Liga Portuguesa Contra a Sida recebe hoje o Prémio Nacional de Psicologia, uma distinção que, para a presidente, reflete “um longo percurso e trabalho” no apoio a doentes com doenças e infeções sexualmente transmissíveis

A Liga Portuguesa Contra a Sida (LPCS) recebe hoje o Prémio Nacional de Psicologia, uma distinção que, para a presidente, reflete “um longo percurso e trabalho” no apoio a doentes com doenças e infeções sexualmente transmissíveis.

“Esta distinção é um incentivo para continuar a prática de ações e gestos solidários para a LPCS, mas importantes para outros, a quem pudemos e podemos continuar a ser úteis”, considerou a presidente da instituição, citada em comunicado.

Desde a formação disponibilizada a psicólogos à produção de conhecimento com a colaboração desses mesmos profissionais, Maria Eugénia Saraiva recordou o trabalho que a liga tem desenvolvido desde a sua fundação, em 1990, referindo que foi uma das primeiras organizações não-governamentais criadas para dar resposta nesta área.

“O primeiro e grande projeto da LPCS a ser criado foi a Linha SOS SIDA, com o objetivo de apoiar o maior número de pessoas possível, mantendo-se até hoje, mas de uma forma mais alargada e acessível, com um reforço extraordinário de horário durante a pandemia covid-19”, sublinhou, referindo também a criação de centros de apoio e unidades de rastreio.

O Prémio Nacional de Psicologia é atribuído todos os anos pela Ordem dos Psicólogos Portugueses, para distinguir instituições pelo contributo para a afirmação da psicologia na sociedade.

O prémio é hoje entregue à presidente da LPCS, que sublinha que a distinção é também de todos os profissionais que passaram pela instituição.

“Orgulho-me de dizer que passaram na LPCS várias gerações de psicólogos, é deles também este prémio, e que, a todos eles foi sempre passado o testemunho do reconhecimento das ciências psicológicas na literacia da saúde, na promoção e educação para a saúde e na prevenção da doença e na valorização das práticas de supervisão”, afirma.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

NOTÍCIAS MAIS RECENTES

Localidade do Roxo (Lorvão) vai iniciar requalificação de arruamentos

0
Avançou ontem a consignação da empreitada para requalificar e pavimentar diversos arruamentos na localidade do Roxo, na freguesia de Lorvão. O Município de Penacova...