Covid-19: Instituições e associações do concelho de Penacova cancelam visitas e atividades (atualizado)

0
3285

Após o surto de novos casos em Penacova, a quase totalidade dos lares de idosos e centros de dia suspendem as visitas aos utentes e as associações suspenderam as suas atividades, como forma de prevenir e evitar a propagação da doença provocada pelo novo coronavírus.

Numa ronda pelas páginas na rede social Facebook destas instituições e associações, hoje e ontem efetuadas, foi possível ler comunicados alusivos a esta suspensão temporária do seu normal funcionamento.

O Grupo de Solidariedade Social, Desportivo, Cultural e Recreativo de Miro publicou na terça-feira um aviso sobre o cancelamento temporário das visitas presenciais, que se irá manter até nova decisão. Já a Santa Casa da Misericórdia de Penacova e o Centro de Bem Estar Social da Freguesia de Figueira de Lorvão anunciaram ontem que também suspenderiam as visitas presencias aos seus utentes até novas orientações, apelando à compreensão dos familiares dos utentes, pelos constrangimentos causados. Hoje a Fundação Mário da Cunha Brito também optou por seguir o conselho do Serviço Municipal de Proteção Civil de Penacova, cancelando as visitas presenciais aos seus utentes.

Também o Mocidade Futebol Clube e o União Futebol Clube, clubes desportivos do concelho, anunciaram o cancelamento dos treinos dos vários escalões de futebol por tempo indeterminado, para acautelar e minimizar o risco de propagação do vírus, prometendo retomá-las assim que possível.

Esta é a realidade que se vive atualmente no nosso concelho. Com o número de casos a “disparar”, os responsáveis pelas instituições e associações do concelho atuam de forma a minimizar os efeitos desta pandemia, o que se compreende, por estarmos a falar de ambientes onde o risco de transmissão é elevado e onde o contacto com pessoas alheias às instituições/associações, pode significar um aumento substancial do risco de transmissão.

A situação é tão grave, que o município de Penacova, em nota enviada hoje à redação, apelou à colaboração de todos, no sentido de observarem as orientações da DGS, mantendo o distanciamento social, evitando aglomerados e visitas desnecessárias, a usarem a máscara e a fazerem uma regular a higienização das mãos, a fim de evitarem ao máximo as possibilidades de contágio.