GNR começa amanhã com operação ‘Regresso às aulas’ 2020

0
277

A força de segurança vai realizar um conjunto de ações com o intuito de sensibilizar alunos, encarregados de educação e professores relativamente à pandemia de coronavírus.

Com o início do ano letivo, que terá lugar amanhã, vai começar também a operação ‘Regresso às aulas 2020’ da GNR.

Entre os dias 14 e 25 de setembro, a GNR vai realizar um conjunto de ações de “sensibilização dirigidas aos diversos intervenientes no ambiente escolar, desde professores, alunos e encarregados de educação, em todos os estabelecimentos escolares na sua área de responsabilidade, com o objetivo de transmitir conselhos de segurança e restringir ações, atitudes e comportamentos de risco potenciadores da propagação da pandemia de Covid-19”, refere a força de segurança num comunicado enviado às redações.

No entanto, as ações da GNR não têm apenas em vista as precauções e o cumprimento das regras relacionadas com o coronavírus. Os militares vão promover ações no âmbito da segurança na rua, em casa e segurança rodoviária, “uma vez que o fluxo de trânsito aumenta devido ao transporte dos alunos para a escola, sendo importante alertar os condutores para a utilização dos cintos de segurança e dos sistemas de retenção para crianças”.

A GNR também vai divulgar o Programa Escola Segura e dar a conhecer os militares responsáveis pelo programa na respetiva escola.

Entre os conselhos de segurança que os militares pretendem transmitir aos alunos, destacam-se os trajetos de e para a escola, com a GNR a recomendar que os jovens andem sempre que possível acompanhados e evitem locais isolados ou com pouca luz, mas também os cuidados a ter no acesso à internet.

A autoridade lembra que qualquer pessoa pode estar online, e que os jovens não devem acreditar em tudo o que lhes dizem, e pede aos alunos que peçam ajuda se sentirem ameaçados ou se acontecer algo perturbador quando estão online.

A GNR tem à sua responsabilidade cerca de cinco mil estabelecimentos de ensino.