Instituto Pedro Nunes vence prémio da Comissão Europeia

0
51

O Centro de Incubação de Negócios da Agência Espacial Europeia (ESA BIC) em Portugal, coordenado pelo Instituto Pedro Nunes (IPN), de Coimbra, venceu o Prémio RegioStars, promovido pela Comissão Europeia, foi hoje anunciado.

Os vencedores do prémio, que visa “identificar boas práticas de desenvolvimento regional, destacando projetos inovadores apoiados por fundos europeus”, foram divulgados hoje, em Bruxelas, pela Comissão Europeia, na cerimónia oficial dos Regiostars, enquadrada na Semana Europeia das Regiões.

O projeto distinguido, financiado pelo Programa Centro 2020, apoia empresas com planos que “incorporem tecnologia espacial em aplicações terrestres, em áreas como a saúde, energia, transportes, segurança e vida urbana, mas também empresas que pretendem entrar no mercado espacial comercial”, afirma uma nota do IPN e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), enviada hoje à agência Lusa.

A presidente do Instituto Pedro Nunes, Teresa Mendes, congratula-se com “mais esta distinção da Comissão Europeia”, que, sustenta, “representa o reconhecimento do trabalho que o IPN tem vindo a desenvolver no reforço da região Centro como uma área incontornável do desenvolvimento espacial em Portugal”.

Esta “não é a primeira vez que o IPN ganha um prémio RegioStars”, afirma, citada na nota, Teresa Mendes, recordando que em 2017 a aceleradora ganhou o prémio na categoria Technology Business Innovation Sustainable Growth — Business Accelerator.