Vinharia do Mondego: The Wine Show

Um programa sobre vinhos, mas que também dá a conhecer as pessoas, a gastronomia e os lugares por onde passa. A terceira temporada de “The Wine Show”, o mais famoso programa de vinhos do mundo, foi gravada no nosso país. Os atores Matthew Goode, Matthew Rhys, James Purefoy e Dominic West são os apresentadores, em parceria com Amelia Singer, Joe Fattorini e Charlotte Wilde. Estreou no início do mês e poderá vê-la aos sábados às 22 horas no 24Kitchen.

Está longe de ser um programa cheio de conversas técnicas sobre vinhos. São reveladas as histórias por detrás de alguns dos grandes vinhos portugueses, enquanto se explora a história das várias regiões nacionais, com passagem pelas ilhas. O “The Wine Show” revisita Portugal de lés-a-lés abordando não só a tradição vinícola mas também os nossos costumes, únicos no mundo.

“É na Quinta do Noval, no coração do Douro, que Joe Fattorini se encontra com Dominic West (The Affair) e James Purefoy (Rome) para lhes falar do que andou a fazer pela Madeira e pelos Açores com Amelia Singer, a outra especialista em vinhos e coapresentadora. Sobre o vinho Madeira, estão habituados a usá-lo para cozinhar, têm dúvidas sobre se é fortificado; consideram um “vinho de nicho”, quem sabe “para beber à noite, antes de deitar”. Dos Açores, falam do Terrantez do Pico – casta quase extinta e recuperada pelo enólogo António Maçanita –, feito nos currais de pedra vulcânica, a curta distância do Atlântico. No Funchal, Joe e Amelia serão guias turísticos com direito a uma descida veloz nos carros de cestos, visita à adega da empresa H.M. Borges, um dos sete produtores mais antigos da ilha, e espantam-se com o peso da antiguidade e o processo de envelhecimento.

No Porto, ao Palácio da Bolsa, Joe Fattorini chama Matthew Goode (Downton Abbey) e James Purefoy para várias missões, entre elas, descobrir vinhos portugueses que melhor representem a ligação do nosso país à Índia e a Inglaterra. Para falar da viagem de Vasco da Gama, deambulam por Lisboa, pelas ruas estreitas de Alfama até ao Padrão dos Descobrimentos. Reúnem-se com Artur Gama, da Quinta da Boa Esperança, e provam carne de porco em vinha d’alhos. De volta ao Porto, entram no edifício da Feitoria Inglesa e, nas suas caves, reconhecem apelidos britânicos como Croft, Taylor, Sandeman ou Symington. É precisamente ao encontro desta última família que viajam até ao Alto Douro Vinhateiro. A quinta geração dos Symington, os irmãos Charlotte e Rob, junta-se ao casal de enólogos Olga Martins e Jorge Moreira para provarem três vinhos distintos.”

Em Visão.

Uma ótima opção para o confinamento!

Ricardo Ferreira, jovem escanção, natural de Penacova, assina a rubrica de vinhos no Penacova Actual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

NOTÍCIAS MAIS RECENTES