Acabou de ser tornado público o relatório do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ) relativo ao 3º trimestre de 2020 e o facto mais relevante a reter é o aumento em 55,7% da receita bruta gerada pelo jogo e apostas online face ao mesmo período de 2019.

Entre julho e setembro do ano passado, o SRIJ, entidade que gere o setor, revelou que a atividade de jogos e apostas online gerou cerca de 84,2 milhões de euros em receita bruta, valor superior em 30,1 milhões (55,7%) quando em comparação ao período homólogo de 2019, e superior em 15,5 milhões em relação ao trimestre anterior.

Destes 84,2 milhões de euros, 42,5 milhões (50,5%) foram gerados pelas apostas desportivas à cota, um acréscimo de 16,7 milhões face a igual período de 2019 e mais 21,7 milhões do que nos três meses anteriores.

Receita Bruta dos Jogos e Apostas Online, Evolução 1º T 2017 – 3º T 2020 (M€) Fonte: Relatório 3ª trimestres 2020 – Registo de atividade de jogo online em Portugal – SRIJ

No caso das apostas em jogos de fortuna ou azar o cenário foi ligeiramente diferente. Com 41,7 milhões (49,5%) gerados durante o 3º trimestre de 2020, esta categoria observou um aumento de 13,5 milhões de euros comparativamente ao período homólogo de 2019, mas registou um decréscimo de 6,3 milhões de euros em relação ao 2º trimestre de 2020.

O crescimento experimentado pelo setor teve, de igual modo, reflexo nos impostos arrecadados pelo Estado. No 3º trimestre de 2020, o valor total do Imposto Especial de Jogo Online (IEJO) atingiu os 28,3 milhões, mais 6,8 milhões (+31,7%) do que o apurado entre junho e setembro de 2019.

Apostas desportivas online: volume de aposta ultrapassa os 200 milhões de euros

O volume de apostas desportivas online atingiu, no período de referência, 222,8 milhões de euros, um valor superior em 108,8 milhões em relação ao registado no mesmo período de 2019 e superior em 132,1 milhões quando comparado com o trimestre anterior.

Em termos de modalidades desportivas, o destaque vai para o Futebol que acaba por capitalizar um calendário desportivo extraordinariamente longo e uma quase ausência de pré-época para se afirmar como desporto-rei entre quem aposta.

No 3º trimestre de 2020, o Futebol representou 80% do total de apostas desportivas efetuadas seguido do Ténis com 11,79% e do Basquetebol com 6,51%.

Ao nível das competições desportivas, a Primeira Liga portuguesa representou 7,7% do volume de apostas registadas seguida da Premier League, UEFA Champions Legue e Serie A que representaram, respetivamente, 7,5%, 7% e 7%.

Jogos de Fortuna e Azar online entre ganhos e perdas

Tal como já tinha acontecido com as receitas, o 3º trimestre na categoria dos jogos de fortuna ou azar foi pautado por oscilações. Se, em termos homólogos, esta categoria registou um aumento de 440,3 milhões de euros, no que concerne ao trimestre anterior, o volume de apostas em jogos de fortuna ou azar observou uma quebra de 137,6 milhões de euros.

No total, os jogos de fortuna ou azar online registaram, no período entre junho e setembro de 2020, um volume de apostas total que ascendeu a 181,9 milhões de euros.

Deste volume de apostas, 70% foram efetuadas em jogos de máquinas seguida da Roleta Francesa com 13,80%, Póquer (“não bancado” e em “modo de torneio”) com 6,74% e do Blackjack com 6,14%.

Número de novos registos aumenta 5,2%

No conjunto das 14 entidades acreditadas legalmente em Portugal, o 3º trimestre de 2020 trouxe um aumento de 5,2% em relação ao registo de novos jogadores. Em termos numéricos, isto significa que foram registados 156,8 mil novos jogadores, um acréscimo de 7,8 mil em comparação com igual período de 2019 e mais 26,5 mil relativamente ao trimestre anterior.

Em termos etários, a 30 de setembro, o relatório indica que 62,1% dos jogadores registados situava-se entre os 25 e os 44 anos. Na mesma data, os indivíduos entre os 18 e os 24 anos representavam 22,5% do total de jogadores registados.

Relativamente aos novos registos ocorridos no trimestre em análise, cerca de 2/3 dos mesmos reportaram-se a jogadores com idade inferior a 35 anos.

A maior literacia dos portugueses em relação às apostas (há quem se torne um jogador profissional de apostas online), o fácil acesso às plataformas através dos smartphones, a diversidade e os bónus que muitas casas de apostas e portais especializados dão a quem se inicia na arte das apostas online são fatores que concorrem para o crescimento desta área.

Sites como o ApostasOnline.pt são um belo exemplo disso mesmo. Este portal condensa toda a informação necessária a quem se está a iniciar nos casinos e apostas desportivas online, oferece bónus para a fomentar a experimentação e ainda faz a análise das maiores casas de apostas, com particular enfâse para as apostas desportivas, assumindo-se como o melhor site de apostas online em Portugal.

Apostas por categoria de jogo

De acordo com o documento elaborado pelo SRIJ, durante o 3º trimestre de 2020, observou-se a prática de jogo (realização de pelo menos uma aposta em jogos de fortuna ou azar ou em apostas desportivas online) em cerca 473,2 mil jogadores.

Destas mais de quatro centenas de pessoas, 44,7% efetuaram as suas apostas exclusivamente em apostas desportivas, 33,4% jogaram somente em jogos de fortuna ou azar e 22% tiveram prática nas duas categorias.

Jogo ilegal

Em Portugal, a prática de jogo está limitada legalmente às entidades licenciadas pelo SRIJ, mas há quem continue a tentar prevaricar. Durante o 3º trimestre de 2020, o Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos emitiu 29 notificações de encerramento e 83 notificações de ISP’s para o bloqueio de sites que estavam a operar ilegalmente.

Desde a entrada em vigor do Regime Legal para o enquadramento jurídico do jogos e apostas online a 29 de junho de 2015 até ao 3 trimestre de 2020, foram enviadas 665 notificações a operadores ilegais de jogo online para encerrarem as suas atividades em Portugal e procedeu-se à notificação dos ISP’s para o bloqueio de 626 sites de operadores ilegais.

No total, foram efetuadas 14 participações junto do Ministério Público para efeitos de instauração dos correspondentes processos crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui