Covid-19: Penacova desce para o nível de risco muito elevado

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgado e que reporta a um período de incidência cumulativa a 14 dias entre 03 e 16 de fevereiro, o nível de risco de Penacova passou de Risco Extremamente Elevado a risco Muito Elevado.

O concelho de Penacova baixou de 1300 casos para 818 por 100 mil habitantes.

Dos 19 municípios que compõem a Região de Coimbra, só o concelho de Penela apresenta um nível de risco Extremamente Elevado enquanto os concelhos de Mortágua e Miranda do Corvo atingiram o nível de risco Moderado, o mais baixo da tabela.

Portugal tem hoje 15 concelhos em risco extremo de infeção face à semana anterior, após a saída de 104 municípios desta lista, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Há uma semana, Portugal tinha 119 dos 308 concelhos em risco extremo devido ao número de casos de covid-19, o que representava 38,6% do total. Hoje esse valor situa-se nos 4,8%.

Há duas semanas estavam em risco extremo 219 dos 308 concelhos.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.

Os 15 municípios que permanecem em risco extremo são Aljustrel, Gavião, Manteigas, Resende, Arronches, Boticas, Rio Maior, Castanheira de Pera, Castelo de Vide, Monchique, Moura, Sernancelhe, Setúbal, Ferreira do Alentejo e Penela.

Dez concelhos tiveram zero casos de infeção: Lajes das Flores, Lajes do Pico, Povoação, Santa Cruz da Graciosa, Santa Cruz das Flores, Mourão, Nordeste, Corvo, S. Roque do Pico e Calheta (Açores).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

NOTÍCIAS MAIS RECENTES