A Comunidade Intermunicipal (CIM) Região de Coimbra assinou hoje, em Arganil, no distrito de Coimbra, protocolos com duas associações de desenvolvimento locais para a cedência de equipamentos pesados para abertura de estradas e faixas de proteção florestais.

Publicidade

Ao abrigo do acordo, a Associação de Desenvolvimento Serra do Açor (ADESA), que abrange seis concelhos, e a Associação dos Municípios entre o Ceira e o Dueça (Dueceira), constituída por quatro autarquias, vão poder utilizar uma máquina de rastos e um trator de rastos, respetivamente.

“Estas associações têm uma presença assídua no nosso território e contribuem diariamente para o aumento da resiliência aos incêndios rurais, numa perspetiva de colaboração entre as entidades que trabalham para o mesmo fim”, frisou o vice-presidente da CIM Região de Coimbra, Raul Almeida, que presidiu à sessão.

Para o dirigente, que também preside ao município de Mira, trata-se de “duas entidades com uma importância ímpar na estratégia que a região pretende levar a cabo para minimizar os impactos dos incêndios rurais nos diferentes municípios, muito pelo trabalho que executam diariamente com recurso ao seu parque máquinas”.

“Esta perspetiva de partilha de equipamentos serve, essencialmente, para dar respostas a intervenções localizadas naquelas áreas do território, mas também para potenciar a utilização destes equipamentos, dado que atualmente existem dificuldades no recrutamento de operadores”, sublinhou.

Depois dos trágicos incêndios de 2017, que afetaram sobretudo a região Centro, a CIM Região de Coimbra intensificou o investimento em ações e projetos de prevenção e defesa da floresta, nos quais já investiu cerca de 10 milhões de euros, segundo Raul Almeida.

A CIM Região de Coimbra dispõe de um parque de máquinas constituído por três tratores, cedidos em regime de comodato pelo ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e das Floresta) uma máquina de rastos, uma míni giratória, um barco e um veículo anfíbio, “que contribuem diariamente para a implementação de ações que vão desde a beneficiação da rede viária florestal, execução de faixas de gestão de combustíveis, controle de invasoras”, acrescentou.

Integram da CIM Região de Coimbra os municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares, do distrito de Coimbra, e Mealhada e Mortágua, dos distritos de Aveiro e de Viseu, respetivamente.

Publicidade
Artigo anteriorLiga Portuguesa Contra o Cancro sensibiliza alunos da Região Centro para o HPV
Próximo artigoGoverno vai lançar concursos para requalificar equipamentos e infraestruturas nas áreas da educação e saúde

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui